Luana Andrade procurou lipo para tratar lipedema, diz namorado

Luana Andrade, morreu aos 29 anos na última terça-feira (7). A influenciadora sofreu mais de uma parada cardiorrespiratória após complicações durante uma lipoaspiração. O namorado, João Hadad, 29, comentou o procedimento em entrevista ao Fantástico (Globo).

“Acreditamos em tudo o que foi passado pelos médicos. Foi transparente, de forma segura. O que nos passaram foi realmente uma fatalidade”, disse ele.

De acordo com o namorado da modelo, ela realizou todos os exames solicitados pelos médicos antes da operação. “Avisaram que estava tudo bem durante a cirurgia. Porém, quando subimos até o andar em que ela estava, senti que o clima estava um pouco estranho” relatou durante a reportagem.

João e a mãe de Luana, Luciana Andrade, afirmam que ela procurou a cirurgia para tratar do lipedema, doença vascular provocada por uma inflamação no tecido gorduroso. “Isso a incomodava”, falou a mãe. 

“Foi chegando o momento em que o incômodo foi aumentando. Ela já não conseguia mais fazer alguns trabalhos. […] A gente passou um ano pesquisando profissionais, vendo como seria a cirurgia”, acrescentou o influencer.

Segundo o Fantástico, ela aproveitava a lipoaspiração para fazer alterações nas coxas e no abdômen.

Apesar de o cirurgião responsável não ter dado entrevista para o programa, em uma nota oficial ele afirmou que a cirurgia foi realizada em hospital de referência, com equipe capacitada.

Luana sofreu quatro paradas cardíacas após iniciar um procedimento de lipoaspiração em um Hospital de São Paulo (SP).   O  Hospital São Luiz, de São Paulo, informou que a causa da morte foi uma embolia pulmonar maciça após complicações da cirurgia.

“Transcorridas aproximadamente duas horas e meia de cirurgia, a paciente apresentou intercorrência abrupta respiratória e teve uma parada cardíaca, sendo imediatamente reanimada pela equipe. A cirurgia foi interrompida e a paciente, submetida a exames que constataram quadro de trombose maciça. Foi transferida para a UTI onde foi submetida a tratamento medicamentoso e hemodinâmico. Mesmo com todos os esforços da equipe do hospital, ela evoluiu desfavoravelmente e morreu por volta de 5h30 de hoje”, diz nota do Hospital enviada ao iG Gente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo