Karina Bacchi vence processo e ex-marido perde direito a paternidade

O apresentador Amaury Nunes, ex-marido de Karina Bacchi, perdeu o direito a paternidade do garoto Enrico, de 7 anos. Após separação, o ex-casal entrou em disputa judicial para decidir paternidade do menino, que é fruto de fertilização in vitro, processo que foi realizado por Karina antes de se envolver com o Amaury.

Embora o processo corra em segredo, amigos próximos do ex-casal apontaram que a Justiça não considerou Amaury Nunes pai do filho da atriz. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (13), no programa Fofocalizando, do SBT.

O ex-jogador de futebol estava lutando para poder ter acesso ao garoto, que acompanhou o crescimento desde o nascimento. Em fevereiro, ele afirmou que estava há nove meses sem ver a criança.

Solteira, Karina Bacchi realizou o processo de fertilização in vitro, que resultou no nascimento de Enrico em 2017. Já na gravidez, ela conheceu o apresentador e ex-jogador Amaury Nunes, que viria a ser o marido dela.

Em 2018, o casal trocou alianças no altar, quando Enrico já estava com um ano. A Justiça determinou que Amaury Nunes não pode ser considerado pai do garoto, mesmo que tenha exercido a função por cinco anos, com o consentimento de Karina Bacchi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo